Doutor Pedrinho e a SC 477

03 Abril 2017 13:37:49

Obra precisa ser regularizada pelo Governo Estadual

Aline Christina Brehmer

A SC 477 é uma obra que conta com pavimentação no decorrer de 100 quilômetros, dividida em quatro lotes, ligando os municípios de Papanduva, no Planalto do Norte, até Doutor Pedrinho, no Vale do Itajaí. Os recursos serão de aproximadamente R$ 223 milhões, provenientes da Corporação Andina de Formento, do BNDES e de recursos próprios do Governo do Estado.

A obra já está em andamento. O trecho, que inicia em Volta Grande até Doutor Pedrinho, terá investimento terá 59 quilômetros, com investimento de R$ 185 milhões. Simoni diz de tratar de uma rodovia completa, com acostamento, pista dupla, sinalização e excelente asfalto – além de cortar um bom trecho para quem deseja ir até o Paraná. Entretanto, ainda há ajustes a serem feitos.

“A rodovia está sendo construída em uma rua que é do município, e o Governo não fez essa alteração no projeto ainda, o que prejudica os moradores dali que querem escriturar terrenos. A SC, na verdade, é a rodovia que vem da localidade de Forcação, pelo lado de Itaiópolis, analisa a prefeita. A mudança, segundo ela, teve de ser feita pelo fato de não haver acordos com as diversas partes envolvidas com a rodovia. Ou seja, o trecho pavimentado da SC 477 está sendo feita nas rodovias municipais, mas não podemos fazer nada ali porque a obra não é nossa, e sim do Governo”. Ela frisa que se trata de uma alteração que demanda tempo, mas que já está tentando resolver a situação.

“Na semana passada, o governador Raimundo Colombo (PSD) esteve em Blumenau e aproveitei para entregar um ofício, no qual peço medidas sobre essa situação”, garante. Na oportunidade, Simoni explicou o que estava acontecendo, frisando que nem mesmo a ponte que vai atravessar o município está orçada no projeto, o que impossibilita o tráfego – principalmente de veículos de grande porte, já que na ponte atual passam, no máximo, dois carros por vez.

“É uma modificação que demanda tempo. Agora, no mês de abril, será feita uma reunião com os prefeitos da Ammvi e esse será um dos principais assuntos em discussão. É muita burocracia envolvida, mas tudo irá acontecer como deve ser. Iremos fazer o possível para regularizar essa situação”, garante.

Benedito Alto

Em março, foi realizada uma reunião no Gabinete da prefeita Simoni, na qual estiveram presentes moradores de Benedito Alto, secretários municipais e engenheiros da empreiteira responsável pela pavimentação da SC 477. Na ocasião o morador, senhor Arnaldo Krueger, comentou que, com a elevação da estrada e as mudanças de rotas nos períodos de cheias as aguas não seguirão mais o seu curso normal, pois a elevação dos aterros impedirá a água de extravasar em áreas de represamento, fazendo assim com que ela represe e aumente de nível do lado da população que lá vive. 

Um oficio foi encaminhado ao Deinfra, requerendo então a colocação de dois canais comunicantes no KM 145+535, para assim manter o curso normal das aguas naquela região em tempos de cheias. Santos, juntamente com a Prefeita Municipal, prontamente providenciou a documentação necessária e, no dia 21 de março, foi até o departamento do Deinfra na cidade de São Bento do Sul, entregar o oficio. No momento, a prefeitura aguarda o retorno do órgão.


Seminario

EDIÇÃO IMPRESSA

logo site branca.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Café Impresso